WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Brasil’

Mecânico é preso em Iguaí após falsificar placa de carro e escrever Brasília com Z

O acusado não teve o nome divulgado.

| G1

Um homem foi preso, na cidade de Iguaí, no sudoeste da Bahia, suspeito de falsificar a placa de um carro em que a cidade Brasília aparece escrito com a letra z e com o acento na vogal errada.

Reprodução

Segundo informações do delegado Moabe Macedo, o motorista foi abordado na Rua Arlindo Pires, após policiais perceberem que a placa dianteira do carro em que ele pilotava tinha um erro de ortografia. Na placa, a cidade Brasília estava escrito “Brazilía-DF”. O acusado não teve o nome divulgado.
De acordo com o delegado, durante a abordagem, os policiais também perceberam que o número identificador do motor era diferente do que estava no documento do veículo. Moabe Macedo informou que o mecânico tem uma oficina na cidade e era investigado pelos policiais por suspeita de adulteração de veículos. O suspeito contou em depoimento à polícia que comprou o carro na cidade de Vitória da Conquista, por R$ 12 mil e também deu mais um outro veículo em troca. O caso vai ser investigado na delegacia de Iguaí, onde o suspeito está à disposição da Justiça.

Agricultura identifica contaminação em mais 6 cervejas da Backer

Segundo a pasta, já foram encontrados monoetilenoglicol e dietilenoglicol em oito rótulos da cervejaria.

| METRÓPOLES

Já havia sido confirmada a contaminação de lotes da Belorizontina e da Capixaba.

Reprodução

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou, nesta quinta-feira (16/01/2020), que subiu para oito o número de rótulos da Cervejaria Backer em que foram identificadas as substâncias monoetilenoglicol e dietilenoglicol. Já havia sido confirmada a contaminação de lotes da Belorizontina e da Capixaba.
Segundo a pasta, há pelo menos uma das duas substâncias também nas cervejas Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown e Backer D2. As análises dos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária constataram 21 lotes contaminados.

Bolsonaro diz que há brecha para reajustar o salário mínimo pela inflação

Presidente disse que vai conversar sobre o tema com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde desta terça. Ministério afirmou que, se o presidente autorizar, valor vai a R$1.045.

| AGÊNCIA BRASIL

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (14) que o governo vê uma brecha para reajustar o salário mínimo pelo menos no mesmo índice da inflação de 2019.

Reprodução

Inicialmente, o governo fixou o salário mínimo para 2020 no valor de R$ 1.039, o que representou um reajuste de 4,1%. O aumento ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que registrou alta de 4,48% em 2019.
O Ministério da Economia informou que, se Bolsonaro autorizar, o valor do mínimo vai para R$ 1.045. Nessa conta entra não só o reajuste pelo INPC, mas também o repasse de resíduos de 2018 (os resíduos são a porcentagem que ficou faltando naquele ano para o mínimo repor o INPC).
O presidente afirmou que vai ter uma conversa na parte da tarde com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir o tema.
“Vou me reunir com o Paulo Guedes agora à tarde. Eu acho que tem brecha para a gente atender. É porque a inflação de dezembro foi atípica, por causa do preço da carne. Então vai ser duas da tarde, tenho um despacho com o Paulo Guedes para decidir esse assunto”, disse Bolsonaro a jornalistas na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada.
Em seguida Bolsonaro, foi questionado se a ideia era recompor pelo menos o valor do INPC. O presidente respondeu que sim. “É, a ideia. No mínimo isso aí. Agora, cada R$ 1 no salário mínimo são mais ou menos R$ 300 milhões [de impacto] no Orçamento. A barra é pesada, mas a gente tem que… Apesar de ser pouco o aumento, R$ 4 ou R$ 5, tem que recompor”, concluiu.
O valor do mínimo inicialmente estipulado pelo governo, de R$ 1.039, foi proposto em uma medida provisória enviada ao Congresso.
O valor ficou menor que o INPC porque, ao redigir a MP, no fim de dezembro, o governo usou como base uma previsão para a inflação de 2019, que ainda não estava consolidada. O resultado oficial saiu em janeiro.
Uma das possibilidades para viabilizar o reajuste do salário mínimo acima da inflação é o governo propor ao Congresso uma alteração da medida provisória, que ainda não começou a tramitar no Legislativo. Os parlamentares estão de recesso e voltam ao trabalho no início de fevereiro.

Feijão volta a ser o vilão das donas de casa

O jeito, para os compradores, tem sido o fazer pesquisas ou mudar a opção a ser colocada no prato para suprir a falta de um dos alimentos mais queridos do brasileiro.

| TRIBUNA DA BAHIA

Os institutos de pesquisa já tinham ligado o sinal de alerta, que foi percebido pelas donas de casa ao chegar às feiras e mercados da cidade: o feijão está mais caro.

Reprodução

Alguns dos tipos do alimento, por exemplo, tiveram um aumento de 50% ou mais nas últimas duas semanas. O jeito, para os compradores, tem sido o fazer pesquisas ou mudar a opção a ser colocada no prato para suprir a falta de um dos alimentos mais queridos do brasileiro.
A reportagem da Tribuna da Bahia foi a supermercados e feiras populares no centro da cidade e constatou a elevação. Em um estabelecimento na região das Sete Portas, o feijão carioquinha que era vendido entre R$ 3,90 e R$ 4,29, passou a ser vendido pelo valor de até R$ 5,97/kg – uma diferença de 53%.
De acordo com o gerente ouvido pela equipe, a justificativa se deve a falta de chuvas nas regiões produtoras como Itapetinga (no sudoeste baiano) e em Luis Eduardo Magalhães (localizada no oeste do estado). No mesmo local, o quilo do feijão estava mais barato do que o carioca em 6,79%, sendo vendido entre R$ 5,19 e R$ 5,59. “O feijão está valendo ouro. Acho que vou plantar em casa”, brincou uma dona de casa reclamando dos preços do produto.
Na feira de São Joaquim, o susto foi ainda maior, uma vez que os feijões do tipo mulatinho e rosa, preferidos na hora de fazer a tradicional feijoada, chegaram a ser vendidos, na semana passada, por R$ 12. Ontem, o preço de venda estava entre R$ 8 e R$ 9. Por outro lado, o preto e o carioquinha estavam, em média, custando entre R$ 5 e R$ 6. Segundo os donos de boxes ouvidos pelo jornal, a seca e a falta do produto nos estoques também fizeram com que o alimento subisse de preço neste período.

ELEVAÇÃO

De acordo com o Dieese, o valor do feijão aumentou em 16 cidades entre dezembro de 2018 e 2019. O tipo carioquinha, pesquisado nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, em Belo Horizonte e São Paulo teve o preço majorado em todas as cidades, com taxas que variaram entre 25,81%, em Recife e 71,31%, em Goiânia. Já o feijão preto, pesquisado nas capitais do Sul, em Vitória e no Rio de Janeiro, acumulou alta entre 6,96%, em Curitiba e 14,26%, no Rio de Janeiro. Em Porto Alegre, o percentual foi negativo, -2,30%. Em Salvador, nos últimos 12 meses, o produto teve aumento de 64,74%, sendo 15,69% apenas no mês passado.
Já segundo o IBGE, o item que acumulou o maior aumento no valor em 2019 foi o feijão branco, com alta de 98,21%. Conforme o órgão, no começo de 2019, os aumentos de maior destaque ocorreram nos preços de alguns cereais. O feijão-carioca, que fechou 2019 em alta de 55,99%, chegou a acumular alta de 105% no primeiro trimestre. O grupo dos cereais, no qual o feijão está inserido, fechou o ano em alta de 12,71%.

Sobe para nove o número de homens supostamente infectados com ‘doença misteriosa’

A Vigilância Sanitária, porém, não confirma nenhuma das hipóteses, e está investigando o caso.

| HOJE EM DIA

Reprodução

Dois homens de 56 e 64 anos de idade foram internados em um hospital particular de Belo Horizonte com suspeita de terem contraído a “doença misteriosa” que tem assustado moradores do bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte. Desde 19 de dezembro, nove pessoas já foram atendidas em Minas Gerais com suspeita de insuficiência renal nos últimos dias; uma delas morreu.
Os dois novos casos foram divulgados nesta quarta-feira (8) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que montou uma força-tarefa com membros do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde de BH. Os exames laboratoriais, feitos nas pessoas com suspeita de quadro parecido, estão sendo analisados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), que ainda não tem resultados conclusivos.
O aumento dos casos provocou disseminação de boatos nas redes sociais. Em algumas das mensagens compartilhadas, os autores associaram os sintomas ao consumo de uma cerveja ou a produtos comprados em um supermercado. A Vigilância Sanitária, porém, não confirma nenhuma das hipóteses, e está investigando o caso.
Das oito vítimas — uma teve a doença descartada, por já ter tido outras enfermidades renais —, seis residem em Belo Horizonte, uma em Nova Lima, na Região Metropolitana; e outra, que faleceu, residia em Ubá, na Zona da Mata, e estava internada em Juiz de Fora, na mesma região.
Todos são homens, com idades entre 23 e 76 anos. Segundo a SES, a evolução dos sintomas é rápida, com insuficiência renal evoluindo em 72 horas para alterações neurológicas.
A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte está investigando o caso, por meio da Vigilância Sanitária. Os fiscais coletaram alimentos e demais produtos consumidos pelos pacientes e visitando locais onde os materiais foram adquiridos.
A Polícia Civil também investiga se há algum indício de crime. O Instituto de Criminalística está com amostras das bebidas ingeridas por alguns dos internados para análise. Contudo, inquérito policial só será aberto se houver indício de delito.

Ataque dos EUA a Irã vai afetar o Brasil aumentando o preço do combustível, diz Bolsonaro

O presidente Bolsonaro disse que é preciso mostrar à população brasileira que ele não pode “tabelar (o preço de) nada”.

| AGÊNCIA BRASIL

Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 3, que o assassinato do general iraniano Qasem Soleimani, em ação militar dos EUA, vai impactar no preço do combustível no Brasil. “Que vai impactar, vai”, previu. Bolsonaro disse que a gasolina já está alta e, se seguir subindo, “complica”. “Vamos ver nosso limite”, declarou.
O presidente disse que é preciso mostrar à população brasileira que ele não pode “tabelar (o preço de) nada”. “Já fizemos essa política no passado, de tabelamento, não deu certo. A questão do combustível, nós temos de quebrar o monopólio”, afirmou.
“Distribuição é o que ainda mais pesa no combustível, depois de ICMS que é imposto estadual. Não é meu. Vamos supor que aumente o combustível. Os governadores vão vibrar”, disse.
O presidente disse que se encontrará com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, para avaliar a ação militar dos EUA. E que só depois irá se posicionar sobre a morte do general iraniano.
Bolsonaro disse também que tentou telefonar mais cedo para o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para tratar do impacto sobre o preço dos combustíveis, mas não foi atendido. “Quero ter informações dele”, afirmou. As declarações de Bolsonaro foram feitas em frente ao Palácio da Alvorada.

Mulher é executada com com dois tiros na cabeça e um no ombro na frente da filha de 3 anos

Terceiro dia do ano e três homicídios com requintes de execução já foram registrados, reflexo das guerras entre facções que continua fazendo vítimas na capital.

| NEWS RONDÔNIA

Reprodução

A jovem Rosemilda Oliveira da Silva, de 26 anos, mais conhecida como “Jeca”, foi morta com dois tiros na cabeça na manhã desta sexta-feira (3). O crime aconteceu numa residência, na Rua Vereadora Maria Antônia, na quadra 1A, casa 5, no conjunto Habitacional Cidade do Povo.
De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Rosemilda estava em casa com sua filha de 3 anos e sua irmã, quando homens não identificados, membros da organização criminosa Comando Vermelho (CV), chegaram numa motocicleta, desceram e de posse de armas de fogo, quebraram a porta, invadiram a casa, foram até ao quarto aonde se encontrava a vítima, mandou que a irmã de Rosemilda pegasse a criança e a executou com dois tiros na cabeça e um no ombro. Após a ação, os criminosos fugiram do local tomando rumo ignorado.
Uma ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer por “Jeca” que já se encontrava morta.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos dos peritos em criminalística. A policia colheu informações dos criminosos, fizeram rondas pela região, mas ninguém foi preso. O corpo de Rosemilda foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.
O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que a motivação do crime foi a guerra entre facções.

LUTO NA MÚSICA: Cantor Juliano César infarta e morre durante show

A informação foi confirmada pelo produtor do artista.

G1

Reprodução

O cantor sertanejo Juliano Cezar morreu na madrugada desta terça-feira (31) depois de sofrer um infarto fulminante enquanto fazia um show em Uniflor, no norte do Paraná. A informação foi confirmada pelo produtor do artista.
De acordo com o produtor Mauro Vasconcelos, Juliano Cezar chegou a socorrido em um posto médico perto do local do evento. Porém, o cantor não resistiu.

Ele recebeu massagem cardíaca e injeções de adrenalina por mais de uma hora e meia, mas, ainda conforme o produtor, não foi possível reanimar o artista.
Mauro Vasconcelos contou que estavam em uma sequência de três shows, com casa cheia, no Paraná. Ele conhecia Juliano Cezar há 25 anos e era produtor do amigo há sete.
Juliano Cezar tinha 58 anos, era casado e não tinha filhos. O corpo será velado e sepultado em Passos (MG) – cidade natal do cantor.

Conta de luz terá bandeira amarela em janeiro de 2020, define Aneel

Bandeira tarifária que deixa a conta de luz mais cara está valendo em dezembro e continua em janeiro de 2020.

| IG

Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, nesta sexta-feira, que irá aplicar a bandeira amarela no mês de janeiro. Isso representa um adicional de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em dezembro, o órgão também acionou a bandeira amarela.
A Aneel informou que a decisão se deve ao baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios da região das hidrelétricas e pelo regime de chuvas significativamente abaixo do padrão histórico nessas regiões.
“A previsão hidrológica para janeiro aponta para a elevação gradativa dos principais reservatórios, mas em patamares abaixo da média histórica . Essa condição intermediária repercute na capacidade de produção das hidrelétricas, ainda demandando acionamento de parte do parque termelétrico, com impactos diretos na formação do preço da energia”, informou o órgão.
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 pela Aneel como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia gerada por meio de usinas térmicas, que é mais cara do que a de hidrelétricas.
A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade.
Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais térmicas para garantir o suprimento de energia no país.
Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Prazo de livre troca para saque-aniversário do FGTS acaba dia 31

A partir de janeiro, será preciso esperar dois anos para mudar opção.

| TRIBUNA DA BAHIA

Reprodução

A livre possibilidade de o trabalhador trocar de modalidades de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) acabará no fim do ano. Até 31 de dezembro, será possível trocar livremente entre o saque-aniversário, retirada anual de parte do saldo no aniversário do trabalhador, e o saque-rescisão, pago somente em demissão sem justa causa.
A partir de 1º de janeiro, o trabalhador continua podendo aderir ao saque-aniversário. No entanto, quem tiver feito a escolha terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.
A adesão ao saque-aniversário está liberada desde 1º de outubro. Para escolher a modalidade, o beneficiário deve entrar na seção “saque-aniversário”, na página do FGTS na internet, ou usar o aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Calendário
Ao optar pelo saque-aniversário, o trabalhador deverá escolher a data em que deseja que o valor esteja disponível: 1º ou 10º dia do mês de aniversário. Quem escolher o 10º dia retirará o dinheiro com juros e atualização monetária sobre o mês do saque. Em 2020, o saque-aniversário será de abril a junho para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, de maio a junho para os nascidos em março e abril e de junho a agosto para os nascidos em maio e junho.
A partir de agosto, a retirada ocorrerá no mês de aniversário até dois meses depois. De 2021 em diante, as retiradas sempre ocorrerão no mês de nascimento do trabalhador, até dois meses depois. Caso o beneficiário não faça o saque no período permitido, o dinheiro volta para a conta do FGTS.

Valores
O trabalhador que aderir ao saque-aniversário poderá sacar um percentual do saldo de todas as contas do FGTS, ativas e inativas, em seu nome. Além do percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o saldo da conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional para contas de até R$ 500 a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.
Em troca de retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

Saque imediato
O saque-aniversário não está relacionado ao saque imediato, que prevê a retirada de até R$ 998 do FGTS de todas as contas ativas e inativas. Quem não retirou o dinheiro nessa modalidade ao longo dos últimos meses ainda poderá fazer o saque até 31 de março. Depois disso, o dinheiro retornará para a conta do FGTS.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia