WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Geral’

QUADRILHA: Médico é espancado a pauladas por travestis

Em ocorrência registrada na Polícia Civil, um médico de 42 anos que trabalha em hospital particular do Distrito Federal relatou ter sido vítima da quadrilha formada por homossexuais e travestis.

Foto: JP Rodrigues/Metrópoles

O bando foi preso pela polícia no último mês. Segundo as investigações, os criminosos marcavam encontros com homens, filmavam as relações sexuais, depois os agredia e passavam a extorqui-los.
Morador da Asa Sul, o médico foi encontrado pela Polícia Militar com ferimentos na cabeça no fim da Asa Norte. Ele garantiu ter sido atacado com pauladas e precisou ficar internado. O caso ocorreu em janeiro de 2019.
À época, a vítima não soube descrever as características dos suspeitos que deram pauladas em sua cabeça. No entanto, na última quinta-feira (11/07), Samuel Junio Napole de Souza, 21 anos, confessou aos investigadores da 5ª Delegacia de Polícia ser o autor da agressão.

Considerado líder da quadrilha, Samuel foi preso pela Polícia Federal na última semana. Ele voltava do Chile e, quando passava pela imigração do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), acabou detido por agentes da PF.
Segundo as investigações iniciadas pela PCDF, Souza teria faturado, ao menos, R$ 100 mil, exigindo dinheiro sob ameaça de divulgar fotos e vídeos de homens com alto poder aquisitivo mantendo relações sexuais com travestis. Conforme revelou o Metrópoles, uma integrante da quadrilha também foi detida nessa quinta-feira (11/07). Pâmela, registrada como Paulo Rogério Vasconcelos, 20, foi presa na cidade de Lleida, província de Barcelona, Espanha. A polícia procura ainda Carlos Henrique Leão Costa, 19, visto pela última vez em Santa Catarina.
Entre os dias 23 e 24 de junho, foram presos os seguintes suspeitos, em Goiás: Yago Pereira da Silva, 24, conhecido como Anitta; Eduardo Sousa Luz Santos, 24, que adotou o nome Stefanny; Marcelo Dias Moreira, 20, a Marcela; e Hiago Alves dos Santos, 20, que se apresenta como Tifanny Lorrani. Outro detido é Paulo Henrique Alves Ferreira, 21. Os agentes apreenderam com os acusados celulares que custam até R$ 6 mil. O material passa por perícia. / Metrópoles

REGIÃO: Viação Brasileiro emite comunicado oficial aos passageiros

A empresa de ônibus Brasileiro informou que devido a interrupção da ponte sobre o rio Jequitinhonha, irá paralisar completamente a circulação de todos os veículos nos dias 14, 16, 18 e 20 de julho. A frequência de algumas viagens da empresa poderão ser alteradas ou canceladas.
A empresa sugere aos passageiros que direcionem-se aos guichês para confirmarem possíveis alterações, conforme disponibilidade. Leia a matéria AQUI.

VEJA O COMUNICADO

LUTO NA MÚSICA: Vocalista de banda de forró infarta e morre aos 21 anos

Leozinho Sakana estava na casa de uma amiga, quando sentir forte dor no peito. Socorrido, ele acabou morrendo dentro da ambulância.

Reprodução

O vocalista da banda de forró MW Som, Leozinho Sakana, de 21 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (09), vítima de infarto, em Lagoa do Piauí (a 51 km de Teresina). O jovem estava na casa de uma amiga quando sentiu uma forte dor no peito e passou mal por volta das 02h da madrugada. Leozinho ainda chegou a ser socorrido e levado para atendimento médico no Hospital João Luiz de Morais, em Demerval Lobão, mas já havia entrado em óbito ao chegar na unidade de saúde.
A equipe de saúde não teve mais como reanimar o cantor. Segundo o site Meio Norte, o cantor era bastante conhecido em toda região e muito querido por todos. O velório deve acontecer no Ginásio Poliesportivo de Monsenhor Gil, onde o cantor morava. O falecimento de Leozinho comoveu toda a população da cidade.

Cresce casos de infarto entre os jovens
Quando se fala em infarto agudo do miocárdio, o grande senso comum é que apenas idosos podem ser acometidos pelo mal. Entretanto, com cada vez mais jovens expostos aos fatores de risco para doenças cardiovasculares, os casos do ataque cardíaco na faixa etária mais jovem, dos 20 aos 39 anos, vêm aumentando de maneira considerável. Segundo dados do DataSUS, do Ministério da Saúde, houve um aumento de 13% no número de infarto entre adultos de até 30 anos. E apesar de o percentual de jovens que sofrem do quadro ser relativamente pequeno dentro do quadro geral, esse aumento revela hábitos não-saudáveis e que colocam em risco a vida de pessoas desta faixa etária.

Abandono e abate põem jumentos sob risco no Nordeste

A situação só não está pior para esse asininos por causa da atuação das organizações de defesa dos animais.

O jumento, animal-símbolo do Nordeste, chamado de “nosso irmão” em música de Luiz Gonzaga dos anos 1960, está em risco de extinção. / Foto: reprodução

Ele perdeu espaço para motos nas propriedades rurais do semiárido e, desvalorizado, virou alvo da cobiça dos chineses.
Quando não são abandonados nas estradas e vítimas de atropelamentos, são levados para abatedouros e têm a carne exportada para a China. Entidades de defesa dos animais se mobilizaram e, em dezembro, uma liminar da Justiça suspendeu os abates na Bahia, Estado que tem o maior número de abatedouros.
O governo baiano e os abatedouros entraram com recursos, ainda não julgados. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento indicam que as exportações de carne de cavalos, muares e asininos deram um salto depois que os jumentos passaram a compor as cotas de abate.
Das 24,9 mil toneladas exportadas em 2016, o volume passou para 40,7 mil em 2017 e avançou para 226,4 mil toneladas no ano passado – quase dez vezes mais.
Ainda segundo a pasta, seis abatedouros ou frigoríficos brasileiros estão autorizados a abater equídeos, incluindo os asininos. São três unidades na Bahia, e outras em Minas, Paraná e Rio Grande do Sul.
O ministério informou que está vigente a decisão judicial da juíza da 1.ª Vara Federal de Salvador, Arali Maciel Duarte, em ação civil pública que, em 10 de dezembro de 2018, proibiu o abate de jumentos, muares e bardotos no Estado da Bahia.
Conforme a pasta, atualmente o rebanho de asininos no Nordeste está quantificado em 812,4 mil cabeças, o que representa 90% do efetivo brasileiro. :: LEIA MAIS »

MEC quer colocar 1,7 milhão de crianças na creche até fim de 2020

Ministro prometeu cumprir as metas, universalizar a pré-escola no país e atingir o percentual de 50% das crianças em colégios nos próximos meses.

Reprodução

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse, nesta quinta-feira (11), que a pasta pretende incluir 1,7 milhão de crianças em creches até o final do ano que vem.
— Vamos cumprir as metas e a mais óbvia é a universalização da pré-escola, o que é um absurdo não estar universalizada, e chegar a 50% das crianças na creche. É botar nas creches 1,7 milhão de crianças e acredito que seja possível já no ano que vem.
A meta faz parte do Compromisso Nacional pela Educação Básica, apresentado nesta nesta quinta-feira (11) pelo ministro da Educação e pelo secretário de Educação Básica, Jânio Macedo.
Para as creches, o compromisso prevê a reestruturação do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição para a rede pública de Educação Infantil (Proinfância) para dar mais agilidade na conclusão de 4.000 creches até 2022. Até agora, menos de 50% das obras foram concluídas.
O compromisso pela educação básica tem ainda metas para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio e Técnico. Os outros eixos são Educação Conectada, Formação de Docentes e Escolas cívico-militares e o Retorno Social da educação.
O planejamento estratégico foi elaborado pelo MEC em colaboração com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).
A educação básica é o foco da gestão atual do MEC. Em audiência na Câmara dos Deputados em maio, o ministro disse a educação básica no Brasil, incluindo creche, pré-escola e os primeiros anos de alfabetização, está defasada. “Cinquenta por cento das nossas crianças passam pelo ensino fundamental sem aprender a ler, escrever e fazer conta.” / R7.

BRASIL: Governo fará ajustes na reforma para facilitar aposentadoria das mulheres

O governo aceitou fazer uma modificação no relatório da reforma da Previdência para facilitar a aposentadoria das mulheres.

Reprodução

A mudança — que será feita na forma de destaque apresentado por partidos da maioria, durante a votação do texto no plenário da Câmara dos Deputados — vai permitir que as mulheres possam ter direito a 60% do valor do benefício a partir dos 15 anos de contribuição. Ao atingir esse critério, elas poderão receber 2% a cada ano a mais na ativa.
No relatório aprovado na comissão especial, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) reduziu o tempo mínimo de contribuição das mulheres de 20 anos para 15 anos. Com isso, elas teriam direito a 60% do benefício. No entanto, só receberiam mais 2% por ano após os 20 anos de contribuição.
Isso faria com que tanto a mulher que se aposentasse com 15 anos de recolhimento, quanto a que se aposentasse com 19 anos de contribuição ao INSS, por exemplo, recebessem 60%, o que desestimularia as mulheres a contribuírem por mais tempo.
Com a mudança acordada com o governo, a mulher começa a receber os 2% adicionais a partir dos 15 anos de contribuição.
A medida beneficia mulheres com direito a aposentadoria em valor superior ao salário mínimo e vai representar, em média, um ganho de 10% sobre a média das contribuições, segundo técnicos a par das negociações. Com 25 anos de contribuição, por exemplo, as mulheres terão direito a 80% do valor do benefício. O percentual incide sobre a média de todas as contribuições. De acordo com estimativa preliminar, o impacto deve superar R$ 20 bilhões em 10 anos.
A alteração contempla a bancada feminina na Câmara e faz parte do esforço para conseguir os 308 votos necessários à aprovação da reforma. Moreira manteve o tempo mínimo de contribuição dos homens em 20 anos. / Extra.

Calcule o tempo que falta para você se aposentar CLICANDO AQUI

Estado abre mais de 20 mil vagas para cursos técnicos de nível médio

A Secretaria da Educação do Estado abriu hoje (4) inscrições para mais de 20 mil vagas de cursos técnicos de nível médio.

Reprodução

As vagas são destinadas aos Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas na capital e em mais 97 municípios. As inscrições devem ser feitas até dia 14 deste mês no portal da secretaria (CLIQUE AQUI).
Ao todo, são ofertados 45 cursos, nas formas de oferta Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada à Educação de Jovens e Adultos (PROEJA Médio) e Subsequente ao Ensino Médio (para quem já concluiu o Ensino Médio na rede pública e quer voltar a estudar).
Entre os cursos, estão Administração, Segurança do Trabalho, Logística, Meio Ambiente, Agroecologia, Agropecuária, Enfermagem, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Contabilidade, Farmácia, Química, Cozinha, Alimentos, Panificação, Recursos Humanos, Edificações, Desenho da Construção Civil, Rede de Computadores, Secretariado, Conservação e Restauro, Artes Visuais, instrumento Musical, Documentação Musical e Regência. / Recôncavo News.

PM mata pai na frente da filha dentro de cinema, por causa de briga por “poltrona”

Julio Cesar Cerveira Filho foi morto pelo policial militar ambiental Dijavan Batista dos Santos, que já está preso. PM alegou que foi “provocado” pela vítima.

Reprodução

O policial militar ambiental suspeito de matar Julio Cesar Cerveira Filho dentro de uma sala de cinema em Dourados (MS) na tarde desta segunda-feira (8) não conhecia a vítima, de acordo com o delegado Rodolfo Daltro. Segundo a polícia, a briga que terminou com a morte de Julio teria começado por uma discussão sobre poltronas. No boletim de ocorrência, o policial militar (atualmente lotado na Polícia Militar Ambiental) Dijavan Batista dos Santos relata que estava acompanhado de seus dois filhos, um de 10 e um de 14 anos.
A vítima teria “começado a abrir braços e pernas” ao lado do garoto mais velho do suspeito, momento em que o pai trocou de lugar com o menino. Em seguida teria acontecido uma discussão entre autor e vítima, momento em que Julio, ao sair de sua poltrona e passar pelo filho de Dijavan, teria batido no rosto do adolescente. De acordo com testemunhas que estavam na sala 1 que exibia “Homem-Aranha: Longe de Casa”, quando a dupla chegou à porta entraram em luta corporal, momento em que o autor sacou uma pistola .40 e disparou contra a vítima, atingindo-lhe o pescoço. Júlio Cesar foi morto na frente da filha de 16 anos.
O G1 conversou com a esposa de Julio, que prefere não ser identificada neste momento para preservar a família. Ela disse que ela e a filha estão em casa muito abaladas e medicadas, e não tiveram condições emocionais de prestar depoimento à polícia, mas devem ser ouvidas nesta terça-feira (8). A esposa relatou que estava em casa no momento do crime e que o marido havia lhe mandado uma mensagem dizendo que a sala de cinema estava cheia e que houve uma confusão com as poltronas que ele e a filha ocupariam. Ela chegou a pedir que o esposo voltasse para casa. Após o crime, a filha do casal foi amparada por amigos que estavam no shopping.

Em nota, o tenente coronel da PM Carlos Silva afirmou que o PM ligou para a polícia comunicando o crime: “Ele ligou para o 193 e 190 após o fato informando que seria o autor, aguardou a equipe no local e se apresentou”, diz o comunicado. Ele informou que serão instaurados dois inquéritos, um pela Polícia Civil e outro pela Policial Militar. Dijavan foi preso em flagrante. Ainda não há informações sobre a defesa do policial.
Muitas crianças presenciaram o crime na sala de cinema, segundo a polícia. A fisioterapeuta Ivone Costa Lima estava com três crianças e acompanhou toda a cena: “Nós estávamos na fileira 6 e eles estavam na 7, nas nossas costas. Começou uma :: LEIA MAIS »

BRASIL: Idosas são resgatadas após cavarem quintal por mais de 8 anos

De acordo com relatos de moradores, elas cavavam há mais de 8 anos, usando uma colher de pedreiro. Para sair do imóvel, utilizavam uma escada.

Reprodução

Familiares das idosas Maria Rita, 76 anos, e Maria José, idade não informada, as resgataram e alugaram uma casa para morarem, após vários alertas de vizinhos sobre as condições em que ambas viviam, em um imóvel no Benedito Bentes, parte alta de Maceió.
Conforme vídeos e fotos feitos no local, as mulheres costumavam cavar o barro em volta da área construída, chegando a deixar o alicerce do imóvel exposto mais de um metro acima do nível da área externa.
De acordo com relatos de moradores, elas cavavam há mais de 8 anos, usando uma colher de pedreiro. Para sair do imóvel, utilizavam uma escada.
De acordo com nota da Secretaria Municipal de Assistência Social de Maceió, técnicos realizaram uma visita às idosas nessa segunda (8), por meio do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas).
Eles acionaram a equipe da Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde para prestar assistência psicológica às duas, já que há indícios de que sofram de algum transtorno.

Uma nova visita estava agendada para a tarde desta terça-feira (9), mas como os familiares das mulheres foram contactados, o resgate foi feito ainda ontem.

Risco às casas vizinhas
A Defesa Civil também esteve na casa, de número 16 na rua A, no Benedito Bentes, e após vistoria recomendou o reaterro da área para evitar danos nas edificações vizinhas. / R7

Promotor que atuou em Itarantim insulta defensora em júri e diz: ‘A primeira vez com um negão não dói’

O promotor de Justiça Ariomar José Figueiredo da Silva insultou uma defensora pública durante sessão plenária no Tribunal do Júri em Feira de Santana.

Reprodução

De acordo com a defensora Fernanda Nunes Morais da Silva, ao iniciar sua fala, o promotor disse a ela para ficar calma, porque, segundo ele, “a primeira vez com um negão não dói”. O caso aconteceu nesta quinta-feira (4).
Segundo a vítima, a ofensa foi registrada na ata da audiência e já foi enviada à corregedoria aos órgãos responsáveis da Defensoria Pública para que as providências fossem tomadas.
Fernanda alega que Ariomar é um promotor respeitado na Bahia inteira, mas fez um comentário “infeliz e desrespeitoso”. Ela ressaltou ainda como essa cena é bastante comum dentro do sistema de justiça. “Ele se retratou em audiência, mas continuou tendo uma postura machista durante toda a sessão. A minha postura diante disso é de levantar a minha voz, e de tornar pública essa situação, porque ela costuma ser recorrente”, afirmou.
O grupo Coletiva de Mulheres Defensoras Públicas do Brasil saiu em defesa de Fernanda e das mulheres:

Reprodução

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) divulgou nesta sexta-feira (5) uma nota de esclarecimento sobre o caso. Segundo o órgão, “não houve qualquer intenção de ofensa na frase proferida pelo promotor de Justiça Ariomar José Figueiredo da Silva durante sessão do Tribunal do Júri realizada em Feira de Santana”. A instituição lamentou o ocorrido e se desculpou por “qualquer ofensa eventualmente gerada pela frase dita em um contexto de sessão do Júri”. / Com informações do Bahia Notícias.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia