Até hoje não se sabe o que houve naquela época. 

Foto: Reprodução.

Circula em grupos de mensagens pela cidade, a foto de um rapaz que, segundo informações, seria supostamente de Pedro, filho de Ana, desaparecido e dado como morto pela mãe há alguns anos e que o mesmo estaria residindo em São Paulo.

Caso as informações sejam verídicas, cai por terra a hipótese da morte do rapaz anunciada pela mãe após o desaparecimento. Até hoje não se sabe o que houve naquela época.

Num áudio que acompanha a foto, Pedro conversa com uma mulher de pré nome Zezé e diz que está bem, apesar de estar baleado. Baleado de ressaca.

Não há informações em qual localidade de São Paulo o jovem se encontra.

Ana e Maria (mãe e filha), são figuras bastante conhecidas em Itarantim. Ambas são deficientes mentais e muito queridas na cidade. Perambulam e dormem pelas calçadas.

Apesar de não terem condições de administrar um lar, recebem de populares alguns cuidados como água, roupas, alimentação e banho.