WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: 11/ago/2019 . 21:43

Itarantim vence Ilhéus por 2 a 1

A seleção de Itarantim estreou no Intermunicipal 2019 com o pé direito. Venceu a seleção de Ilhéus por 2 a 1. 

Reprodução

Com a casa lotada, a torcida fez bonito e apoiou a seleção que com o seu tradicional uniforme verde, levou a melhor. Ilhéus abriu o marcador logo no primeiro tempo, mas a seleção itarantiense estava afiada e empatou em seguida.

O primeiro tempo terminou igual, 1×1. Já no segundo tempo, a pressão da seleção visitante não ofuscou o brilho do jogo e Itarantim virou o placar.

Apesar do ótimo jogo, jogadores e torcedores reclamaram bastante nas redes sociais acerca das péssimas condições do gramado.

Com a vitória, Itarantim garante três pontos na competição.

‘Musas do estelionato’ são presas após usarem autista para golpe de R$ 50 mil

Dupla conseguiu extorquir R$ 50 mil em apenas uma das vendas. Elas chegaram a chantagear vítimas com criança autista. Crimes ocorreram em Itanhaém, no litoral paulista.

Reprodução

Equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém, no litoral de São Paulo, prenderam duas mulheres que vendiam ‘terrenos fantasmas’ na cidade. Segundo a polícia, elas chegaram a usar uma criança autista na intenção de sensibilizar as vítimas para facilitar o crime e ficaram conhecidas na região como ‘musas do estelionato’. Em um dos casos, ambas chegaram a extorquir mais de R$ 50 mil em uma única venda.

Maria Celene Luiz dos Santos, e Letícia Donner Brandão, foram localizadas, segundo informações divulgadas pela polícia neste domingo (11), quando investigadores da DIG cumpriram mandado de prisão expedido contra as duas, que já tinham passagens pela polícia e ainda respondem outros processos por estelionato.

Um dos crimes originou a denúncia acatada pelo Ministério Público do Estado (MP-SP). As duas agiram juntas: enquanto Letícia apresentava-se como corretora de imóveis, anunciando lotes de terrenos nas redes sociais, Maria Celene fingia ser a dona do imóvel, justificando vendê-lo por um menor preço para arcar com as custas do tratamento de saúde do marido.

De acordo com a polícia, nenhuma levantou suspeita. Elas forjaram um contrato particular de compra e venda para dar veracidade às ações. Letícia assinou como testemunha e reconheceu firma em cartório, ao lado de um comparsa, e Maria Celene assinou como vendedora. Só neste, R$ 20 mil foram recebidos como sinal.

Reprodução

Além de alegar o tratamento do marido como justificativa da venda do terreno por um preço menor, Maria Celene chegou, de acordo com a decisão da Justiça, a encontrar-se com a vítima junto de uma criança autista, na intenção se sensibilizar a vítima e assim conseguir finalizar a negociação.

O juiz da 1ª Vara Criminal de Itanhaém, Paulo Alexandre Rodrigues Coutinho, acolheu denúncia do Ministério Público Estadual e expediu mandado de prisão para Letícia e Maria Celene, condenadas a três anos, dois meses e treze dias de prisão em regime semiaberto, e pagamento de R$ 27 mil em indenização à vítima. :: LEIA MAIS »

BAHIA: Vereador morre em acidente de carro no norte do estado

Acidente ocorreu em rodovia próximo à entrada de Casa Nova, cidade onde Jossivaldo Rodrigues de Souza Silva mora e exerce função na Casa Legislativa.

Vereador de cidade no norte da Bahia morre em acidente de carro — Foto: Reprodução/Câmara de Vereadores de Casa Nova

O vereador de Casa Nova, no norte da Bahia, Jossivaldo Rodrigues de Souza Silva (PSB), mais conhecido como Vadim do Pipa morreu no início da noite de sábado (10), após o carro onde ele estava se envolver em um acidente na BR-235.

De acordo com a Polícia Civil de Casa Nova, o acidente ocorreu na rodovia, a cerca de três quilômetros da entrada do município onde Jossivaldo mora e exerce função na Casa Legislativa.

A polícia não tem detalhes das causas do acidente, mas informou que o carro onde o vereador estava capotou. Além de Jossivaldo, outras três pessoas estavam no veículos. elas ficaram feridas, mas não há detalhes do estado de saúde delas.

Reprodução

Por meio de nota, a prefeitura de Casa Nova lamentou a morte do vereador e decretou luto oficial de três dias. / G1 Bahia

Bolsa Família reduziu 25% da taxa de extrema pobreza, segundo Ipea

O Programa Bolsa Família reduziu as taxas de extrema pobreza em um quarto (25%) e de pobreza em 15%. A conta é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que analisou a evolução das condições de vida dos mais pobres entre os anos de 2001 e 2017, segundo a Agência Brasil.

Reprodução

“Em 2017, as transferências do programa retiraram 3,4 milhões de pessoas da pobreza extrema e 3,2 milhões da pobreza”, descreve estudo publicado esta semana e disponível na internet. Os dados sobre a renda dos mais pobres foram obtidos nas Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicilios (Pnad/IBGE), que eram bianuais e a partir de 2016 passaram a ser contínuas.

Somados, os contingentes de pessoas que se beneficiaram com essa mobilidade de classe (6,5 milhões) equivalem à população do Maranhão (Censo de 2010). No total, o Bolsa Família transfere recursos a 14 milhões de famílias ou 45 milhões de pessoas, número semelhante a de toda população da Argentina.

Para Luiz Henrique Paiva, especialista em políticas públicas e um dos autores do estudo, o Bolsa Família “é um instrumento muito bom para reduzir a pobreza. Ele não é só não é mais efetivo porque ainda é modesto”, opina fazendo referência à média de R$ 188 que cada família recebe.

Paiva reconhece que o Bolsa Família é um programa inspirado nas correntes do liberalismo econômico. “O programa é na sua natureza um programa liberal. É focalizado nos mais pobres, transfere quantias modestas, custa pouco para o país (0,4% do Produto Interno Bruto, PIB, que é a soma de todas as riquezas produzidas no país). Não é de espantar que economistas liberais, como o ministro [da Economia] Paulo Guedes, gostem e conheçam as avaliações do programa”.

Segundo o especialista, o foco na população mais pobre aumenta a eficiência do programa. Outra vantagem é o custo. Ele estima que o programa este ano chegue a R$ 33 bilhões, com o pagamento anunciado da 13ª prestação aos segurados – assim como o 13º salário dos trabalhadores formais. O valor equivale a menos de 1% do Orçamento Geral da União em 2019 (R$ 3,38 trilhões), aprovado pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado. / Agência Brasil





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia