A situação se estende até Itapetinga, na mesma região onde buracos e lama estão em toda parte.

Reprodução

Motoristas que precisam passar pelos 21 quilômetros da BA-270 que separam Maiquinique e o entroncamento de Macarani, no sudoeste, sofrem com o estado precário da rodovia. Numa reportagem, veiculada recentemente pela mídia regional, um condutor conta que a situação se estende até Itapetinga, na mesma região. Buracos e lama estão em toda parte.

“O caso mais crítico fica nesses 21 km, mas o problema vai até Itapetinga. Essa estrada está assim desde o ano passado. O último trabalho feito foi no final de 2016”, relatou o estudante de direito Ezequiel Ferraz. Com as chuvas que caíram na região, a situação da via piorou. O fato afeta os deslocamentos para o município, sobretudo no transporte de pacientes que precisam de rapidez no atendimento.

De acordo com o Bahia Notícias sobre o estado precário desse trecho da BA-270, a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) disse que uma empresa foi contratada para elaborar um projeto de reforma da estrada no percurso entre Maiquinique e a localidade de Mangerona, já no município vizinho de Macarani.

A secretaria declarou ainda que os serviços de manutenção já ocorrem no trecho que vai até Itapetinga, na mesma região. A pasta ainda afirmou que “também está em andamento o serviço de recuperação do trecho entre Macarani e Mangerona”. Imagens feitas por um leitor do Bahia Notícias mostram o estado precário da rodovia, principalmente entre Maiquinique e Macarani.

VEJA O VÍDEO

/ Bahia Notícias