Segundo testemunhas, o assalto foi comandado por cinco homens encapuzados e armados com pistolas e fuzis.

Reprodução

Uma quadrilha invadiu o terminal de cargas do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, na tarde desta quinta-feira e roubou uma carga de 720 kg de ouro. Armados com fuzis e encapuzados, os ladrões usaram viaturas clonadas da Polícia Federal (PF). Na cotação do dia, a carga está estimada em R$ 123 milhões.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite de quarta-feira a quadrilha fez como refém a família de um supervisor de logísitica do aeroporto, o que lhe deu acesso a informações privilegiadas sobre onde a carga estaria.

O ouro estava dentro de um carro-forte e seria transportado para Suíça e Canadá, de acordo com informações iniciais da polícia. A quadrilha chegou ao aeroporto usando dois carros com logotipo da PF: um Triton e um Pajero Dakar.

Segundo testemunhas, o assalto foi comandado por cinco homens encapuzados e armados com pistolas e fuzis. O grupo rendeu o chefe da segurança, colocou a carga no carro e levou um homem como refém. Segundo a PRF, a família do supervisor e o refém foram liberados.

Os dois veículos depois foram encontrados abandonados em ruas do Jardim Pantanal, na Zona Leste de São Paulo, a cerca de 20 quilômetros do aeroporto. / Extra.