Ele foi atacado a golpes de pau, pedra e faca por seis homens.

Reprodução

A comunidade do distrito de Barrolândia, em Belmonte, ficou chocada com um assassinato na noite de sábado (08). O motorista de um caminhão da limpeza pública foi morto brutalmente quando saía de um culto em uma igreja evangélica no bairro Novo.
José Amílson Santana dos Santos, 41 anos, estava acompanhado do pai, quando, repentinamente, foi atacado por um grupo de seis homens a golpes de pedras, pau e faca. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Os assassinos, segundo informações apuradas pela polícia, estavam a pé e fugiram por rumo ignorado. Até o momento, ninguém foi preso. No local, eles abandonaram uma faca de mesa usada no crime. O material foi apreendido e vai passar por perícia.
De acordo com o site Radar 64, um morador afirmou que está estarrecido com o homicídio. “José Amílson era uma pessoa pacata. Nós aqui desconhecemos qualquer fato que pudesse ter provocado uma morte tão cruel”, afirmou o morador, que não quis se identificar.


A polícia também informou também que o motorista nunca tinha sido preso ou qualquer envolvimento com atividades criminosas. A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Infraestrutura do município de Belmonte, órgão ao qual José Amílson estava atrelado. Ele tinha se casado há 15 dias. O caso está sendo investigado.

Radar 64