O aplicativo de mensagem instantânea WhatsApp, de propriedade do Facebook, informou na segunda-feira (13) que detectou uma vulnerabilidade em seu sistema que permitia que hackers instalassem um tipo de “spyware”, um software espião para ter acesso a dados do aparelho, em alguns telefones.

Reprodução

A empresa confirmou em comunicado à imprensa a informação publicada horas antes pelo “Financial Times” e pediu ao 1,5 bilhão de usuários em todo o mundo que “atualizem o aplicativo para sua versão mais recente” e também mantenham seu sistema operacional atualizado como medida de “proteção”.

Passo a passo para atualizar o app

Observação: se você fizer os passos acima e não encontrar a opção de atualizar é porque seu aparelho já está configurado para atualização automática de aplicativos.

O WhatsApp, que foi adquirido pelo Facebook em 2014, afirmou que “dezenas” de telefones foram afetados e que as vítimas foram escolhidas “especificamente”, de maneira que em princípio não se trataria de um ataque em grande escala.

G1