A Guarda Municipal de Itarantim (GMI), continua sem viatura para que possa fazer o patrulhamento preventivo no município, assim como desenvolver demais ações que venham a fortalecer a segurança pública no município como operações conjuntas com as Polícias Militar e Civil.

Itarantim Online

Reprodução

A falta do veículo da Guarda Municipal está fazendo que a sensação de insegurança aumente no município justamente pelo fato da instituição ter drasticamente diminuído sua presença perante a sociedade, possibilitando o aumento de furtos e roubos na cidade.
Segundo a FEBAGUAM (Federação Baiana das Associações dos Guardas Municipais), em novembro de 2018, foi sugerido pelos vereadores do município que todos os parlamentares da Câmara Municipal em conjunto pudessem encaminhar um ofício ao Governador da Bahia solicitando um veículo para a Guarda Municipal para que a instituição pudesse voltar a fazer suas rondas motorizadas.
Além da falta de uma viatura, o fardamento atual é o mesmo da gestão anterior. Até o momento os GMs não receberam outras.
De acordo com o relato de um GM, a antiga viatura se encontra quebrada acerca de dois meses. “De vez em quando é alugado um veículo para efetuarmos algumas rondas”, relatou.
O Itarantim Online enviou um email para a prefeitura buscando esclarecimento do caso. Até o fechamento desta matéria, não recebemos resposta.
Em nota no seu blog, a FEBAGUAM, diz estar à disposição para mostrar a Prefeitura Municipal de Itarantim onde conseguir recursos para investir e dar manutenção na Guarda Municipal, inclusive com projetos que possam reorganizar a Guarda Municipal adequando-a perante a Lei Federal nº 13.022/14, e assim ajudar a fortalecer a Guarda Municipal e as ações dessa instituição para levar mais segurança a toda a sociedade.