Segundo concessionária que administra o terminal, é necessário que a empresa pague, à vista, as tarifas exigidas pelo aeroporto para operar no fim de semana.

Companhia aérea está em recuperação judicial

O aeroporto internacional de Guarulhos (SP) vai impedir que a Avianca Brasil decole voos em seus terminais a partir de amanhã, afirmou em nota a administradora GRU Airport. As decolagens só serão permitidas se a empresa aérea retomar o pagamento pelo uso das instalações do aeroporto. Devido à falta de pagamento, o aeroporto decidiu cobrar antecipadamente as taxas pelo uso dos terminais pela Avianca. O terminal de Guarulhos concentra a maior operação da companhia aérea no país. A GRU Airport não informa o valor total da dívida da Avianca, mas se estima que seja em torno de R$ 25 milhões.
A Avianca pode, ainda, ser proibida de decolar de outros aeroportos, como o do Galeão, no Rio de Janeiro, o de Fortaleza (CE) e o de Salvador (BA). A empresa aérea tem dívidas com todos eles.

Band